Governo tenta votar na câmara MP das dívidas rurais

O líder do governo, Arnaldo Madeira (PSDB-SP), anunciou o fechamento de um acordo na Câmara para votar a Medida Provisória 24, que trata da renegociação da dívidas dos pequenos e médios agricultores. No entanto, a votação da MP em plenário, hoje, vai depender do quórum, que tem todas as chances de estar baixo nesta terça-feira, véspera do feriado do Dia do Trabalho.Por determinação constitucional, a medida provisória não votada dentro do prazo tranca a pauta da Câmara. Com isso, qualquer outra iniciativa legislativa só pode ser votada após a aprovação da MP. O Senado, com a agenda adiada para a próxima semana, deve passar o dia completamente esvaziado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.