Mídia Ninja
Mídia Ninja

Governo tenta saída negociada para desocupação de fazenda de senador

O ministro do Desenvolvimento Agrário Patrus Ananias vai oferecer aos invasores do MST uma área do Incra, a 30 km do terreno de Eunício Oliveira (PMDB-CE) ocupado pelos militantes

TÂNIA MONTEIRO, O Estado de S. Paulo

03 de março de 2015 | 15h25

Brasília - O ministro-chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante, disse nesta terça-feira, 3, que o governo está em busca de uma "saída negociada" para que haja a desocupação da fazenda Santa Mônica, em Goiás, de propriedade do senador Eunício Oliveira (PMDB-CE), invadida no final de agosto pelo MST - Movimento dos Trabalhadores Sem Terra. Na segunda, os trabalhadores invadiram a sede da fazenda.

" STYLE="FLOAT: LEFT; MARGIN: 10PX 10PX 10PX 0PX;

Depois de lembrar que já há ordem judicial para a desocupação do local, Mercadante afirmou que o ministro do Desenvolvimento Agrário, Patrus Ananias, "vai ainda hoje buscar interlocução para tentar encontrar uma saída".

O ministro Patrus vai oferecer aos invasores do MST uma área do Incra, a 30 km da fazenda, onde pode ser feito um "assentamento provisório com todas as condições básicas". Depois, explicou Mercadante, este assentamento provisório seria transformado em definitivo para as famílias que estão cadastradas nesta ocupação. "Esta nos parece uma saída possível, onde o MDA tem protagonismo", disse ele, acrescentando que a decisão de Justiça tem de ser cumprida para desocupar a fazenda porque isso "não deve mais ser prorrogado, já que todas as instâncias estão esgotadas".

"Nós estamos nos empenhando", comentou o ministro, ao informar que a fazenda, que foi invadida em agosto do ano passado, em plena campanha eleitoral, "é pioneira na produção de soja no cerrado, tem criação de gado e um volume grande de produção de milho e soja, ou seja, é uma fazenda dinâmica".

O ministro lamentou, no entanto, que "nem sempre o governo tem força para resolver este tipo de conflito". E emendou: "estamos utilizando todos os argumentos para que isso não postergue mais e a solução razoável é do assentamento temporário, onde os assentados ficariam em condições bastante satisfatórias".

Na segunda-feira, 2, o senador Eunício Oliveira participou do jantar da presidente Dilma Rousseff com lideranças do PMDB. Os ministros Mercadante e Patrus foram encarregados pela presidente de negociar com os Sem Terra a desocupação da propriedade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.