Governo tenta resolver impasse sobre reforma tributária

Impasse é sobre uma emenda do PV que abre espaço para a renegociação ampla do pagamento de dívida

Agência Brasil

19 de novembro de 2008 | 16h51

O ministro das Relações Institucionais, José Múcio, espera ver aprovado nesta quarta-feira, 19,  à tarde o texto principal da reforma tributária na Comissão Especial que trata do assunto na Câmara dos Deputados.   Veja também: Leia a íntegra da reforma tributária  Veja os principais pontos da reforma tributária   O impasse, segundo ele, está sobre uma emenda do Partido Verde, assinado pelo deputado Fábio Ramalho (MG), que abre espaço para a renegociação ampla do pagamento de dívidas. "Alguns na Fazenda tratam como se fosse um novo Refis [Programa de Refinanciamento de Dívidas]. Uma outra negociação de débitos",disse.   A preocupação com o destaque levou Múcio, o líder do PMDB Henrique Eduardo Alves e o presidente da Comissão de Constituição e Justiça Eduardo Cunha, a se reunirem no Ministério da Fazenda, no início da tarde, com o ministro da Fazenda Guido Mantega.   "Não está havendo consenso entre o que o governo pode ceder e o que a comissão quer votar. Está se vendo. Vai se ver para não macular o princípio da reforma", disse José Múcio.   Segundo ele, a emenda do PV ainda precisa ser analisada pela equipe técnica para que se analisem suas conseqüências e impactos contra a União. Ele disse também que pensava que algumas questões, como a emenda do PV, já estavam resolvidas diante das discussões da reforma tributária. "Mas surgiu esse ponto novo", afirmou.   José Múcio disse ainda que Mantega analisará ainda hoje com sua equipe esses impactos. Caso o texto principal passe na Comissão Especial, o objetivo é votar as emendas na próxima terça-feira  depois do encontro do ministro Guido Mantega com os líderes da base aliada.   O ministro negou que as negociações com o governador de São Paulo, José Serra, para a compra do banco paulista Nossa Caixa envolvam também o apoio à reforma tributária. Serra é aguardado em Brasília onde tem um encontro com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que, segundo Múcio, tem o objetivo de tratar da reforma.

Tudo o que sabemos sobre:
Reforma tributária

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.