Governo sofre 3º troca de ministros em apenas 1 mês

A demissão do ministro dos Transportes, Alfredo Nascimento, representa a terceira queda de um ministro do governo Dilma Rousseff em apenas um mês. A primeira baixa foi Antonio Palocci, da Casa Civil, que pediu demissão em 7 de junho, após desgaste provocado por denúncias de enriquecimento suspeito. Palocci foi substituído pela senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR).

AE, Agência Estado

07 de julho de 2011 | 07h58

Três dias depois, a presidente trocou de lugar os ministros Luiz Sérgio e Ideli Salvatti. Ideli foi promovida para a Secretaria de Relações Institucionais no lugar de Luiz Sérgio, que acabou sendo acomodado no Ministério da Pesca. Ontem, foi a vez de Nascimento pedir demissão. O secretário executivo da pasta, Paulo Sérgio Passos, assume o cargo em caráter interino até que o substituto de Alfredo Nascimento seja nomeado.

Segundo informações da assessoria do Planalto, não há prazo para essa definição. O Planalto informou ainda que a presidente Dilma Rousseff aceitou o pedido de demissão de Alfredo Nascimento, feito ontem à tarde, em "caráter irrevogável". As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.