Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Governo será enérgico para evitar violência no campo, diz ministro

O ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, afirmou esta manhã, em entrevista à Rádio CBN, que o governo vai agir com toda energia e força caso ocorra quebra de legalidade tanto do lado dos sem-terra, quanto dos ruralistas. Segundo ele, os serviços de inteligência estão mapeando os focos de violência no campo e monitorando as manifestações em várias partes do País. "As pessoas podem reivindicar, as pessoas podem agir e reagir sempre dentro da lei. Nada fora da legalidade. Esta é uma posição da qual o governo não abre mão e com a qual ele não transige", disse o ministro. Márcio Thomaz Bastos informou ainda que a medida serve para o MST e para o movimento dos fazendeiros. "Vale para todo mundo. Tanto de um lado como do outro. Esta tensão dialética está sendo observada pelo governo federal, que não vai interferir, a não ser que julgue necessário. Mas interferirá com toda energia e com toda força para impedir a quebra da legalidade", disse.

Agencia Estado,

28 de julho de 2003 | 09h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.