Governo recua e deve pagar professores

O Ministério da Educação informou na tarde desta terça-feira que ainda hoje o ministro Paulo Renato Souza anunciará, no Palácio da Alvorada, o desbloqueio dos salários de outubro dos professores de escolas técnicas e universidades federais que estão em greve há 97 dias. O pagamento dos salários foi determinado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ) e pelo Supremo Tribunal Federal (STF). O anúncio da nova decisão do Planalto - 24 horas após a decisão do STF - é, segundo o governo, uma forma de dar mais rapidez às negociações para encerrar a paralisação. Amanhã, o governo apresentará uma proposta de reajuste salarial aos professores em greve que totaliza cerca de R$ 200 milhões. A proposta é a de conceder aumento linear ao salário básico dos docentes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.