Governo reconhece estado de calamidade em 56 municípios

O Ministério da Integração Nacional reconheceu o estado de calamidade pública em 56 municípios pernambucanos, que já estão autorizados a receber distribuição de água potável através de carros-pipa. De acordo com a assessoria de comunicação do Comando Militar do Nordeste - que comanda a operação - estes municípios devem começar a receber água a partir desta sexta-feira. O número de municípios em estado de calamidade pública devido à seca com reconhecimento no âmbito federal é, agora, de 214 - 34 na Paraíba, 124 no Rio Grande do Norte e os 56 pernambucanos. Segundo o Exército, os carros-pipa já estão chegando aos 34 paraibanos e a 15 do Rio Grande do Norte. Outros 332 municípios se encontram estado de calamidade pública sem reconhecimento do Governo Federal - 140 em Minas Gerais, 100 no Piauí, 53 na Paraíba, 18 em Alagoas e 21 em Sergipe. Existem ainda 174 municípios em estado de emergência - 71 em Pernambuco e 103 na Bahia. O total de municípios afetados pela seca - com calamidade reconhecida, não reconhecida e em emergência - é, assim, de 720. Esse número pode subir mais, porque Estados como o Ceará ainda não informaram ao Governo Federal os números da emergência ou calamidade. Apenas os com calamidade reconhecida no nível federal podem ser beneficiados com o fornecimento de água. A seca destruiu lavouras em todos esses municípios e a população atingida sofre seus efeitos. O principal deles, a fome, já levou agricultores a realizarem saques no interior da Paraíba, Sergipe e Ceará.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.