Governo reajusta salários de 11 categorias de servidores

'Ficou compatível com as condições que nós temos no Orçamento', afirmou o ministro do Planejamento

REUTERS

13 de março de 2008 | 18h20

O governo anunciou nesta quinta-feira, 13, reajustes salariais para 11 categorias de servidores públicos civis, ao custo de 2,2 bilhões de reais em 2008. "Ficou compatível com as condições que nós temos no Orçamento de 2008", afirmou o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, a jornalistas ao comentar os aumentos.   Veja também:     Entenda o que é o Orçamento  Ele explicou que os reajustes haviam sido acordados antes de o Congresso derrubar a renovação da CPMF em dezembro. Com a frustração das receitas do tributo, o governo renegociou com os funcionários os prazos dos aumentos --que beneficiarão cerca de 800 mil servidores. Os reajustes irão variar de 10,20 por cento (algumas carreiras do Ministério da Cultura) a 137,28 por cento (carreiras de Previdência, Saúde e do Trabalho) e serão escalonados em três anos. Os militares ainda não foram contemplados, mas Paulo Bernardo afirmou que ainda negociará a questão com o ministro da Defesa, Nelson Jobim. O orçamento de 2008, aprovado na noite de quarta-feira, prevê 3,5 bilhões de reais para reajustes salariais, segundo Paulo Bernardo.

Tudo o que sabemos sobre:
POLITICAREAJUSTESERVIDOR

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.