Governo questiona constitucionalidade da CPI

O líder do governo no Senado, José Roberto Arruda (PSDB-DF), está preparando um requerimento para questionar a constitucionalidade do requerimento de instalação da CPI da Corrupção. Com esse requerimento, o governo espera ganhar tempo na tentativa de evitar que mais senadores dos partidos da base governista assinem a proposta de criação da CPI. O requerimento que está sendo elaborado por Arruda deverá ser apresentado no plenário e examinado pela Comissão de Constituição e Justiça. Segundo o líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL), por enquanto a operação para evitar que a oposição consiga no Senado as 27 assinaturas necessárias para criação da CPI está sob controle. Ele disse, no entanto, que ainda não definiu se haverá uma reunião da bancada para deliberar sobre a adesão à CPI. Segundo Calheiros, uma decisão da bancada poderia ser interpretada como fechamento de questão, o que não é tradição no PMDB.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.