Governo quer ampliar distribuição de medicamentos

O ministro da Saúde, José Serra,anunciou hoje em São Paulo a ampliação dadistribuição gratuita de medicamentos pelo governofederal. Com recursos de R$ 80 milhões, o projeto"Fármácia Popular" vai utilizar as equipes do Programade Saúde da Família (PSF) para levar os medicamentos àpopulação.Segundo Serra, serão distribuídas trimestralmente paracada equipe do PSF duas caixas com 31 tipos demedicamentos, suficientes para atender cerca de 800famílias pelo período. Hoje, o Saúde da Família contacom 12 mil equipes em todo o Brasil e é responsávelpelo atendimento a 40 milhões de pessoas. Até o finalde 2002, o número de equipes deve aumentar para 25mil.O ministro disse que a ampliação da distribuição demedicamentos pelo Farmácia Popular será possível emrazão da economia proporcionada pela queda no preçodos remédios distribuídos para o combate à aids,imposta aos laboratórios fabricantes pelo governofederal. "Conseguimos uma redução de até duas vezes emeia no preço dos medicamentos contra a aids",ressaltou Serra.Ele participou esta manhã no Sesc Itaquera, juntamente com o governador Geraldo Alckmin, da comemoração do quinto aniversário do Qualis, programa de saúde da família criado em 1996 pelo governo de São Paulo, primeiramente em parceria com a Casa de Saúde Santa Marcelina. Hoje, o programa conta com 52 unidades no Estado, nas quais trabalham 193 equipesmultiprofissionais que atendem aproximadamente 800 milpes soas de regiões carentes de São Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.