Governo prepara volta do diálogo com o MST

O ministro do Desenvolvimento Agrário, Raul Jugmann, deve retomar o diálogo com o MST nesta semana, depois de meses de rompimento, em função das invasões de terras e ocupação de órgãos públicos pelos militantes da entidade. Foi o que ficou acertado numa reunião do ministro com lideranças baianas do MST durante a visita de Jugmann a Salvador, na sexta-feira. A reunião (realizada após os compromissos oficiais de Jugmann na capital baiana, e somente divulgada hoje) foi intermediada pelo líder do PMDB na Câmara, deputado Geddel Vieira Lima (BA) e seu pai Afrisio Vieira Lima, ex-presidente do Incra da Bahia.Durante quase duas horas e em clima cordial, o ministro reconheceu haver no MST, "gente empreendedora e trabalhadora", enquanto o coordenador do movimento na Bahia, Walmir Assunção, concordou que "reforma agrária se faz com diálogo". Jugmann pediu para o MST enviar formalmente um pedido de audiência a Brasília, na crença de que uma reunião com os líderes nacionais do movimento, pode ocorrer ainda nesta semana. Assunção aproveitou para entregar ao ministro uma lista de reivindicações regionais, que vão de créditos agrícolas a sistemas de captação de água de rios para lavouras e até mini-usinas elétricas para os assentamentos instalados na Bahia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.