Governo nenhum investiu tanto no social, diz Malan

O Ministro da Fazenda, Pedro Malan, disse, nesta quarta-feira, na gravação do Programa Jô Soares, que "nenhum governo investiu tanto na área social".Ele afirmou que os gastos em Saúde representam 40% do orçamento de custeio que, somados à Educação, chegam a 60% de investimento na área social.De acordo com o ministro, existe a necessidade de uma maior eficiência na utilização dos recursos disponíveis.Ele exemplificou com o enorme potencial de redução do consumo de água e declarou que no mês passado reduziu em 30% seu gasto residencial de energia elétrica e, este mês, 50%, "sem topadas no escuro", esclarece. Para Malan, é preciso ter garra. Como exemplo, o ministro citou a estréia do técnico Luiz Felipe Scolari na Seleção Brasileira, no último domingo.Ele disse que Felipão está iniciando e vê as possibilidades do técnico com otimismo. Lembrou que Guga, por exemplo, está dando um show.A intenção do ministro foi mostrar que a situação pode mudar, como no caso da Seleção, e é importante ver pontos positivos, como o desempenho de Guga. Durante a entrevista, Malan ironizou o Ministro da Economia da Argentina, Domingo Cavallo.O apresentador, Jô Soares, sugeriu que houvesse um único ministro para o Brasil e Argentina, ao que Malan respondeu: "Não formula esse convite a ele que ele aceita", complementando que não há nenhuma possibilidade dele, Malan, ser ministro da economia dos dois países.Malan afirmou que as conversas que tem com Domingo Cavallo são em castelhano. Nesse momento, o apresentador protestou, dizendo que, apesar de o nome dele ser Cavallo, se deixar, ele monta. Nesta quarta-feira à noite, Pedro Malan participa da solenidade de entrega do Prêmio Melhores e Maiores, da Revista Exame, no Teatro Abril.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.