Governo nega proteção a sem-terra

O governo de Pernambuco não vai dar proteção especial aos sem-terra de São Joaquim do Monte, como pediu, em nota divulgada anteontem, o MST. "A obrigação do governo é dar proteção a quem está sob custódia do Estado", afirmou o secretário estadual de Articulação Social, Waldemar Borges.Ele se referia aos dois integrantes do MST que estão presos acusados da morte de quatro seguranças."Nenhum movimento tem o direito de matar pessoas", frisou o governador Eduardo Campos (PSB), ao afirmar que não prejulga nem criminaliza o MST. "A apuração está sendo feita com rigor."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.