Governo não vai abdicar da transparência, diz Mercadante

O líder do governo no Senado, Aloizio Mercadante (PT-SP) afirmou hoje que o governo "jamais vai abdicar da transparência", ao ser indagado sobre a reação dos tucanos às declarações do ministro-chefe da Casa Civil, José Dirceu, de que houve corrupção no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. "Este governo não vai perseguir quem quer que seja e não tem espírito revanchista, mas jamais vai abdicar da transparência e do compromisso da ética na política", disse o líder. Segundo ele, existem várias ações na Justiça e no Ministério Público que precisam ser apuradas. Mercadante acredita que as declarações de Dirceu não vão atrapalhar os entendimentos do governo no Congresso para a votação das propostas de reforma tributária e previdenciária. "Isso (a reação dos tucanos) faz parte do processo. A oposição tem o direito de criticar e o governo tem direito de se defender", afirmou. "O espírito público tem prevalecido no Brasil, seja na transição responsável que tivemos, seja no pacto firmado entre o governo federal e os governadores pelas reformas", ponderou Mercadante, ao chegar para o almoço da bancada do PMDB com o ministro José Dirceu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.