Governo não está paralisado mas precisa mudar, diz Freire

O presidente nacional do PPS, deputado federal Roberto Freire (PE), criticou a política econômica do governo Luiz Inácio Lula da Silva, apontando-a como a principal responsável pela queda da aprovação ao governo registrada na pesquisa CNI/Ibope divulgada na sexta-feira. "Não há plano de governo, não há projeto de mudanças, a economia não cresce e daí o desgaste", avaliou.A pesquisa mostrou recuo de 66% para 54% na aprovação ao governo e aumento de 25% para 39% no índice de desaprovação. Entre pontos desfavoráveis ao governo, Freire destacou a diminuição da renda e o aumento do desemprego."As pesquisas negativas refletem o momento, mas não é nada que não possa ser revertido. Não há paralisia. O problema é que o governo tem dificuldades em fazer definições prioritárias", disse, citando a importância de definir ações em setores como o de agronegócios.Para o deputado, outro ponto que pesou muito na queda da popularidade do governo foi a crise política resultante do caso Waldomiro Diniz. "A crise tocou no PT com muita força. O partido virou refém da política com sua prática clientelista e com o relacionamento que vem mantendo com o Congresso, que está permitindo o ressurgimento das oligarquias que estavam no ostracismo", criticou.Freire participou em São Paulo do 14.º Congresso Nacional do Partido Popular Socialista (PPS), que se realiza no Expo Center Norte. O partido tem agendada para este domingo a eleição da sua executiva nacional e deve reeleger Roberto Freire como presidente e o ministro da Integração Nacional, Ciro Gomes, como vice-presidente.PFLPara o senador Romeu Tuma (PFL-SP), pré-candidato à Prefeitura de São Paulo, a crise política iniciada com o caso Waldomiro Diniz foi a grande responsável pela queda da popularidade do atual governo."O caso Waldomiro mexeu com a sociedade. Além disso, a economia acumula notícias desagradáveis o que gera maior angústia, uma perda de expectativas, e a popularidade do governo sofre com isso", avaliou.O senador pefelista, cujo filho, Romeu Tuma Jr. é deputado estadual pelo PPS, passou pelo Expo Center Norte para cumprimentar os integrantes do partido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.