Governo não consegue finalizar prorrogação da DRU

O governo não conseguiu finalizar na Câmara a votação da prorrogação da Desvinculação das Receitas da União (DRU) até dezembro de 2015. Apesar de seu empenho da presidente Dilma Rousseff e da farta liberação de recursos de emendas parlamentares, os deputados concluíram apenas o 1º turno da emenda constitucional.

EUGÊNIA LOPES E DENISE MADUEÑO, Agência Estado

10 de novembro de 2011 | 00h58

Com o atraso na conclusão da votação na Câmara, a aprovação da DRU para valer no Orçamento do próximo ano ficará praticamente nas mãos do Senado que terá de correr para votar antes do recesso parlamentar, que começa em 23 de dezembro.

Os deputados só votarão o segundo turno no dia 22 de novembro; só então a proposta pode seguir para o Senado. Os senadores terão até o dia 22 de dezembro, último dia de trabalho do ano antes do recesso, para aprovar a DRU - o mecanismo que permite à presidente movimentar livremente 20% das receitas orçamentárias.

Tudo o que sabemos sobre:
DRUaprovaçãoCâmara

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.