Governo não aceita pressões quanto a arquivos, diz Bastos

O ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, disse, nesta sexta-feira, que não vai aceitar pressões na questão da abertura dos arquivos do regime militar. Segundo ele, as pressões são democráticas e legítimas, mas o governo tem sua maneira e seu tempo para fazer as coisas.Bastos adiantou que, na semana que vem, vai tratar do assunto com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. O ministro está em Dourados paras lançar a campanha do desarmamento em Mato Grosso do Sul e liberar recursos para o Estado. Vai também visitar uma comunidade indígena guarani-caiuá.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.