Governo não abre mão de comandar CPI, diz líder do PT

O líder do PT na Câmara, deputado Maurício Rands (PE), reafirmou hoje que o governo não abre mão de comandar a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) mista que vai investigar os cartões corporativos. Ele criticou a oposição, que reivindica a presidência ou a relatoria da CPI. "Não dá para a oposição ficar com esse tipo de chantagem, querendo quebrar casuisticamente uma regra que prevê que a presidência e a relatoria da CPI mista é do PMDB e do PT, os dois maiores partidos no Congresso", afirmou.Para ele, a oposição está querendo apenas fazer disputa política em torno da questão dos cartões corporativos. Rands lembrou que há projetos importantes na pauta a ser votada este ano no Congresso Nacional, como a reforma política, que deve ser enviada pelo Palácio do Planalto na última semana de fevereiro, e a medida provisória (MP) da TV Pública, que deverá ir a plenário já na segunda-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.