Governo Lula é o réu no caso mensalão, diz Alckmin

O ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB) disse que a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de abrir ação penal contra os 40 denunciados no esquema do mensalão atinge o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). "É o governo Lula quem está no banco dos réus. Isso é óbvio, pois tudo aconteceu dentro do governo", destacou ele, após participar hoje de evento que discutiu o voto distrital, na capital paulista. Segundo Alckmin, o STF acende "esperança de mudar o quadro de desencanto e desalento que perpassa por toda a sociedade". Com relação ao envolvimento de ex-dirigentes do PT na denúncia atacada pelo STF, o tucano argumentou: "Essas coisas não acontecem de forma isolada, existe toda uma teia". Ele disse não saber se a corrupção acabou, mas enfatizou que não pode haver "impunidade".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.