Governo fará "ajustamento do diálogo" com a oposição

O vice-líder do governo na Câmara, deputado professor Luizinho, disse que o governo combinou com os partidos de oposição o que chamou de "ajustamento do diálogo" sobre a reforma da Previdência, que na realidade significa as negociações que serão feitas para facilitar a aprovação da proposta. Em reunião encerrada no final da tarde desta quarta-feira entre os líderes oposicionistas na Câmara e o ministro da Casa Civil, José Dirceu, foi definido um calendário de reuniões do ministro da Previdência, Ricardo Berzoini, com o PSDB e PFL. Está previsto para amanhã, às 14 horas, um encontro do ministro com a bancada tucana. Um encontro com a bancada do PFL será realizado na próxima terça-feira. O vice-líder informou ainda que a oposição, além de dialogar com o governo, vai conversar com seus governadores. Na reunião, o ministro José Dirceu apresentou aos oposicionistas a proposta de alteração da reforma da Previdência defendida pelo Poder Judiciário.Os líderes do PFL e PSDB, no entanto, preferem se manifestar após os contatos com os governadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.