Governo expandirá programas sociais, afirma Dilma

A presidente Dilma Rousseff disse nesta segunda-feira que o governo expandirá os programas sociais até tirar o último brasileiro da miséria. Dilma também afirmou que há dois caminhos para o Brasil crescer. "Um é emprego, crescimento e formação de mão de obra. O outro, para jovens e crianças, é educação, educação e educação."

RENAN CARREIRA E CARLA ARAÚJO, Agência Estado

03 Junho 2013 | 18h01

Ela afirmou que nenhum país chegou à condição de desenvolvido sem ter criança estudando. "Temos de ter a melhor educação possível. Essa é a condição para nos tornarmos um País de classe média, efetivamente." Dilma disse que é preciso dar ao Nordeste as mesmas condições que há no Sul e no Sudeste.

"Lá (no Sul e no Sudeste), eles desenvolveram-se, mas ainda há regiões que são pequenos Nortes e Nordestes do País. Queremos transformar o Nordeste numa região desenvolvida de modo homogêneo. (Para isso), um, a infraestrutura terá todo meu empenho; dois, (teremos) a política com a convivência da seca, com segurança hídrica e produtividade; três, (com) programas sociais; quatro, (com) educação." A presidente está em Natal, onde firmou convênios e participou da cerimônia de entrega de 111 retroescavadeiras e cem motoniveladoras.

Mais conteúdo sobre:
DilmaNatalprogramas sociais

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.