Governo estuda retirar limite de vistos para haitianos

O governo brasileiro planeja retirar o limite de concessão de visto para os haitianos e passar a concedê-los em outros postos de fronteira e não só em Porto Príncipe, capital do Haiti, como é hoje. A decisão deve ser tomada até o final desta semana.

LISANDRA PARAGUASSU, Agência Estado

16 Abril 2013 | 17h52

Uma das possibilidades é que os vistos possam ser concedidos em Brasileia, no Acre, uma das portas de entrada dos haitianos com grande fluxo. Segundo informações do Itamaraty, existe a possibilidade de acabar com o limite ou colocar um limite maior que o atual, de 1,2 mil vistos por ano. Seriam vistos de trabalho permanente ou vistos temporários que dariam ao imigrante um tempo para procurar emprego no país e, então, solicitar a troca do visto depois.

Representantes do Itamaraty, ministérios do Trabalho, Justiça e outros órgãos do governo estão em Brasileia com uma força tarefa do governo federal, registrando e verificando que tipo de visto pode ser concedido aos haitianos.

Nesta quarta-feira, o ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, recebe o governador do Acre, Tião Vianna (PT), para uma reunião em Brasília.

Mais conteúdo sobre:
diplomaciahaitianosvistos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.