Governo estuda aumentar repasse para MA, PI e CE

Em visita ao Maranhão, o ministro da Integração Nacional, Gedel Vieira Lima, afirmou que o governo federal poderá aumentar a previsão de gastos com desabrigados no Maranhão e também em outros estados nordestinos atingidos pelas chuvas, como Piauí e Ceará. Pelos dados da Defesa Civil maranhense, até hoje 46,7 mil pessoas estavam desabrigadas ou desalojadas em todo o Maranhão. Ao todo, já foram contabilizados 113 mil atingidos. Somente para o Maranhão, o governo federal determinou, por meio de Medida Provisória, R$ 300 milhões para ser aplicado na reconstrução do Estado.

WILSON LIMA, Agencia Estado

04 de maio de 2009 | 17h40

Mas, segundo Gedel Vieira Lima, qualquer revisão dos gastos dependerá do levantamento real de danos em todas as cidades atingidas pelas chuvas. "É necessário que as águas baixem, mas não faltará recursos para ajudar na reconstrução de todas as cidades destruídas pelas chuvas", afirmou o ministro. "Por exemplo, em Santa Catarina foram gastos apenas R$ 180 milhões porque faltaram projetos até agora."

O ministro da Integração Nacional esteve reunido no início da tarde de hoje com cerca de 40 prefeitos maranhenses, além da governadora Roseana Sarney (PMDB), para discutir ações emergenciais para os 41 municípios atingidos pelas chuvas no Estado. Dessas 41 cidades, 28 decretaram situação de emergência e uma estado de calamidade pública. Amanhã, o presidente Lula visitará as áreas inundadas ao lado do Ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.