Governo está investindo R$ 21 bi em SP, afirma Dilma

A presidente da República, Dilma Rousseff, citou, nesta quinta-feira, 07, em Guarulhos, que o governo federal está investindo R$ 21 bilhões no Estado de São Paulo, parte desse valor a fundo perdido. "Uma parte (dos R$ 21 bilhões) é do Orçamento Geral da União, dinheiro que é a fundo perdido. Outra parte é empréstimo adequado", disse. "No Brasil, não se tinha empréstimo adequado a obras desse porte, que dê tempo para retornar o investimento, com 30 anos para pagar, cinco de carência e juros subsidiados", completou.

GUSTAVO PORTO E PEDRO VENCESLAU, Agência Estado

07 de novembro de 2013 | 17h50

A afirmação foi feita no evento dominado por políticos e prefeitos petistas, cuja ausência principal foi a do governador Geraldo Alckmin (PSDB), representado pelo secretário do Planejamento, Julio Semeghini. Dilma anunciou a liberação de R$ 645 milhões para obras de mobilidade em Guarulhos, com corredores de ônibus e um trevo de acesso à Via Dutra, e outros R$ 129 milhões para Osasco. Os recursos para as duas cidades virão do Programa de Aceleração do Crescimento 2 (PAC 2).

"A mobilidade urbana está no centro da questão da qualidade de vida das pessoas. Precisamos usar o nosso tempo para equilibrar o quanto ficamos no trabalho com o tempo de qualidade de vida, como a família, o estudo e o laser", completou

O evento é acompanhado por vários médicos do programa Mais Médicos, que foram aplaudidos ao entrar no local e também durante os discursos de Dilma e dos prefeitos Sebastião Almeida (PT), de Guarulhos, e Jorge Lapas (PT), de Osasco (PT), que os citaram. Até mesmo o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, possível candidato a governador pelo PT paulista, foi citado por Almeida, mesmo sem estar presente. "É um programa de qualidade e com grande conteúdo de humanidade", concluiu Dilma.

Tudo o que sabemos sobre:
DilmaSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.