Governo espera contar com base aliada

O ministro da Casa Civil, Pedro Parente, disse há pouco, ao participar do segundo encontro sobre inclusão digital (que permite a democratização do uso da Internet), que, apesar dos incidentes ocorridos na disputa pelas presidências da Câmara e Senado, o governo espera poder contar com a base aliada como contou até hoje. "Se eu deixasse de reconhecer que houve esgarçamento na base, seria afrontar a realidade", afirmou o ministro. Parente deu a seguinte justificativa sobre a decisão do ex-ministro da Integração Regional, Fernando Bezerra, de reassumir seu mandato no Senado: "O presidente Fernando Henrique atendeu o pedido do ministro porque é o único senador que não estaria no Senado para votar".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.