Governo eleva recursos de programas sociais para R$16, bilhões

Na reunião ministerial destaquinta-feira, o ministro do Desenvolvimento Social, PatrusAnanias, anunciou aumento de 4,74 bilhões de reais no orçamentode sua pasta para 2008. Com isso, o dinheiro reservado aoprograma Bolsa Família passará de 11,8 para 16,5 bilhões dereais. A ampliação do principal programa social do governo seráacompanhada de outras ações voltados para a população de baixarenda. Segundo Patrus, o governo pretende atuar em quatro eixos:redução da desigualdade, ações para a juventude, direitos dacidadania e ações culturais nos próximos anos. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse na reunião,segundo a assessoria do Planalto, que todos os ministros eparlamentares da base governista devem acompanhar a agendasocial do governo de forma a atingir melhores resultados nosegundo mandato em relação ao primeiro. A agenda social deve ser "o livro de cabeceira" dospolíticos aliados, disse o presidente. Patrus Ananias anunciou que a idade limite para orecebimento do Bolsa Família passará de 15 para 17 anos. Comisso, o programa deve incorporar 1,75 milhão de jovens. Na abertura da segunda reunião ministerial deste ano,realizada na Granja do Torto, o ministro Guido Mantega(Fazenda) voltou a fazer uma avaliação otimista a respeito dacapacidade do Brasil para enfrentar os impacto da turbulênciano mercado financeiro internacional. A ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) fez um balançotambém otimista sobre a implantação dos programas do Plano deAceleração do Crescimento (PAC). (Por Ricardo Amaral)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.