Governo editará decreto com novas exigências para ONGs

Decreto incluirá novas exigências para que as instituições continuem atuando no Brasil

Agência Brasil

04 de julho de 2008 | 19h56

O ministro da Justiça, Tarso Genro, informou nesta sexta-feira, 4, que o governo federal vai editar em breve decreto complementar à nova portaria que regulamenta o recadastramento de organizações estrangeiras sem fins lucrativos com interesses no Brasil. A portaria foi publicada na edição de hoje do Diário Oficial da União.   Segundo o ministro, o decreto incluirá novas exigências para que as instituições continuem atuando no Brasil. Elas terão que esclarecer seus objetivos e planos de trabalho no país, além de declarar suas fontes de financiamento.   "A intenção é separar o joio do trigo. Não é uma política anti-ONGs (organizações não-governamentais). Ao contrário, visa a prestigiar aquelas que prestam serviços relevantes com seriedade", ressaltou Tarso Genro.   Com a publicação da portaria, as ONGs já estão obrigadas a se recadastrar nos próximos 120 dias na Secretaria Nacional de Justiça, sob pena de cancelamento da autorização para que atuem no Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:
ONGs

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.