Governo do Rio quer CPI sobre a Petrobras

A pedido da governadora Rosinha Matheus, o deputado federal Moreira Franco (PMDB-RJ) vai recolher assinaturas de parlamentares para abrir uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) no Congresso Nacional para investigar a Petrobras. "Estamos preparando também uma ação popular. O presidente da Petrobras vai ter de responder na Justiça", disse o deputado no programa de rádio "Encontro marcado com Garotinho", do marido da governadora, o secretário de Segurança Pública, Anthony Garotinho. O governo estadual quer a CPI e a ação no Judiciário para apurar por que a Petrobras escolheu para construir a Plataforma de Rebombeio Autônoma -1 (PRA-1) o consórcio de Odebrecht e Ultratec, que fará a obra na Bahia, por R$ 988 milhões e não o estaleiro Mauá Jurong que faria a obra em Niterói no Rio, e que segundo Rosinha, cobraria preço menor. Em carta à governadora, o Jurong informou que sua proposta de preço era R$ 884 milhões. Além disso, o governo do Estado estaria disposto a dar um incentivo tributário para baratear o custo final da Petrobras em R$ 100 milhões se a obra fosse feita no Rio. Na sexta-feira, a estatal defendeu-se dizendo que o valor dado pelo Jurong não inclui custos como seguros e outros serviços que já estão no preço da Odebrecht/Ultratec. A Petrobras informou também que a proposta do Mauá Jurong foi desqualificada na parte técnica porque não previa o uso de um equipamento específico e não cumpria o cronograma para a obra. Ontem no rádio, Rosinha, Garotinho e Moreira Franco defenderam a competência técnica do Mauá Jurong, lembrando que a proposta do estaleiro tinha sido aprovada em licitação cancelada porque a Petrobras achou os preços, acima de R$ 1 bilhão, muito altos. Depois, porém, a estatal entrou em negociação direta com as empresas e mudou exigências técnicas para que os preços baixassem.Moreira disse que não sabe se a CPI da Petrobras vai sair, lembrando que não foi aberta a comissão pedida para investigar o ex-subsecretário de Assuntos Parlamentares da Presidência da República Waldomiro Diniz, que foi filmado pedindo propina ao bicheiro Carlinhos Cachoeira. Em seu programa de rádio "Bom dia governadora", Rosinha contou que pediu também ao senador Sérgio Cabral que lute por uma CPI.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.