Governo do DF aguarda solução para invasão do MST

O governo do Distrito Federal aguarda uma resposta do governo Federal sobre uma solução para a invasão de armazéns da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), onde estão guardados os frascos de soro fisiológico destinados a rede hospital pública do Distrito Federal. Segundo o porta-voz do governo do DF, Paulo Fona, a governadora em exercício, Maria de Lourdes Abadia, telefonou esta tarde para o ministro da Agricultura em Exercício, Amauri Dimarzio, pedindo que haja uma solução rápida para o problema. Dimarzio teria se comprometido a discutir o problema com a Casa Civil, do Palácio do Planalto, e com o Ministério do Desenvolvimento Agrário. "Como o prédio federal, o problema é do governo federal, a governadora decidiu ligar para o ministro da Agricultura para explicar que para nós é importante que se libere rápido os estoques de soro", explicou Fona. Na avaliação do governo do Distrito Federal, os hospitais podem continuar atendendo sem receber novos frascos do medicamento por uma semana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.