Governo diz que será parcimonioso na edição de MPs

O presidente Fernando Henrique Cardoso afirmou nesta terça-feira à noite, por intermédio de seu porta-voz, Georges Lamazière, que o governo será muito parcimonioso na edição de medidas provisórias no período que antecede a aprovação da proposta de emenda constitucional que restringe a edição de medidas provisórias.Entre essas medidas provisórias, Lamazière citou a que define recursos para a execução de projetos da área de cinema. A votação em segundo turno da proposta de emenda constitucional está marcada para amanhã no Senado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.