Governo diz que 80% dos bloqueios de caminhoneiros estão na região Sul do País

A Secretaria-Geral da Presidência da República informou na noite deste sábado (28) que as manifestações de caminhoneiros seguem localizadas na região Sul do País, com 80% dos bloqueios concentrados em rodovias federais dos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. O governo lamentou o uso de violência nas manifestações, com depredações de veículos e coação de caminhoneiros.

EDUARDO RODRIGUES, Estadão Conteúdo

28 Fevereiro 2015 | 21h16

"A diminuição do movimento e a atuação da Polícia Rodoviária Federal, Força Nacional e polícias estaduais no cumprimento da lei vem assegurando o livre trânsito a quem queira trabalhar, possibilitando a normalização do abastecimento de combustível e a retomada da atividade econômica", afirmou o órgão em nota.

De acordo com a Secretaria-Geral da Presidência, o governo vai ampliar a presença das forças policiais nas rodovias para garantir o cumprimento das decisões judiciais que determinam a desobstrução das pistas. "Ao mesmo tempo, o governo reitera o compromisso com as propostas anunciadas esta semana e a disposição para o diálogo tendo como base o encerramento das interdições de rodovias no País", completa a nota.

Mais conteúdo sobre:
Manifestações caminhoneiros governo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.