Governo desiste de taxar prejuízo de bancos com aplicações

O relator da MP 107, deputado Professor Luizinho, informou hoje que foi fechado acordo com a Federação Brasileira das Associações de Bancos (Febraban) para aumentar a alíquota da Cofins para 4%. Com isso, o governo desistiu de impedir a dedução das perdas das instituições financeiras com títulos de renda fixa e variável, ativos financeiros e mercadorias.Segundo ele, a medida não provocará encarecimento do crédito. Luizinho afirmou que a base aliada está articulando para votar a MP 107 ainda hoje, mas tudo dependerá das negociações. Ele afirmou que já há acordo em 95% de seu texto, mas os partidos da oposição ainda querem ampliar as vantagens já oferecidas aos empresários no parcelamento das suas dívidas com a Receita Federal e o INSS.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.