Governo de SP decreta luto oficial por morte de Tuma

O governador de São Paulo, Alberto Goldman, decretou luto oficial de três dias pela morte do senador Romeu Tuma (PTB-SP). A decisão será publicada amanhã, no Diário Oficial. Tuma morreu por volta das 13 horas de hoje por falência múltipla dos órgãos.

JULIA BAPTISTA, Agência Estado

26 de outubro de 2010 | 19h35

"Lamento muito a morte de Romeu Tuma. É uma grande perda para a política brasileira. Sua trajetória no Senado Federal é prova da sua dedicação a causa pública, sempre defendendo os interesses de São Paulo. Quero expressar à família nossas condolências", disse o governador, em nota divulgada hoje.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.