Governo culpará PSDB por redução menor de energia

O governo vai politizar o discurso em relação à renovação das concessões de energia elétrica, rejeitada pelas empresas de Estados comandados pelos tucanos - São Paulo, Minas Gerais e Paraná. "O preço da não redução da conta de luz em 20% terá de ser pago pelos tucanos", comentou um auxiliar da presidente, lembrando que "eles terão de explicar à população por que a conta só vai diminuir 16%".

TÂNIA MONTEIRO, Agência Estado

05 de dezembro de 2012 | 09h17

A princípio, o discurso será feito por integrantes do governo e pelos petistas, e não diretamente por Dilma. Mas a hipótese de a presidente, em suas declarações, atribuir responsabilidade ao PSDB da não redução da conta como pretendia o governo, não está descartada.

Ainda não há, no entanto, decisão se o governo vai tentar reduzir a conta além dos 16%, buscando outras formas para diminuir o preço, para tentar compensar o baque sofrido com a não adesão da Cesp, Cemig e Copel. O assunto ainda está em discussão no Planalto, que não deixará de reiterar que a promessa de Dilma não será cumprida por causa dos governos do PSDB.

Tudo o que sabemos sobre:
energiareduçãopolitização

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.