Governo conta com prorrogação da CPMF, diz Machado

O secretário-executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Machado, disse que o governo ainda trabalha com a idéia de contar com os recursos da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), ao ser questionado se estaria em estudo a possibilidade de aumentar impostos para compensar o fim do tributo. "As pessoas apostam em qualquer coisa, mas nós ainda acreditamos que a CPMF será aprovada", disse Machado, referindo-se às notícias de que poderia haver aumento de impostos.Ao ser confrontado com a informação de que líderes da oposição afirmam que o governo não tem os votos suficientes no Senado para a aprovar a CPMF, Marchado disse que não acompanha essa contabilidade no Senado. O secretário-executivo da Fazenda participa de um seminário sobre Gestão Orçamentária Financeira, na Escola de Administração Fazendária (Esaf), em Brasília. O secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin, também compareceu ao evento, mas saiu em seguida alegando outros compromissos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.