Governo consegue no Senado apoio para apressar cobrança da CPMF

O líder do PSDB no Senado, Geraldo Melo (RN), conseguiu hoje completar a coleta das 27 assinaturas para a tramitação da proposta de emenda constitucional (PEC) que reduz para 30 dias o prazo, atualmente de 90 dias, para que as contribuições sociais entreguem em vigor depois de aprovadas no Congresso, como a CPMF. A PEC deve ser lida no plenário nesta quarta-feira, iniciando-se a tramitação. Entre os 27 signatários da proposta, há três pefelistas: Jonas Pinheiro (MT), Leomar Quintanilha (TO) e Maria do Carmo (SE).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.