Governo consegue evitar depoimento de Dantas, Valério e Matoso

Por seis votos a cinco, o governo conseguiu uma grande vitória na CPI dos Bingos, ao ser rejeitado o requerimento de convocação do ex-banqueiro Daniel Dantas, do empresário Marcos Valério de Souza Fernandes e do ex-presidente da Caixa Econômica Federal Jorge Mattoso. No caso de Dantas, o PT, PMDB e PTB votaram contra o requerimento e o bloco de oposição não teve apoio suficiente para aprovar o requerimento do senador Romeu Tuma (PFL-SP).Dantas deu entrevista à revista Veja em que acusa o ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, de tê-lo tentado achacar pedindo entre US$ 40 e US$ 50 milhões. Em troca, Delúbio teria acenado com ajuda para "resolver as dificuldades" que o grupo empresarial de Dantas, o Opportunity, enfrentava com o governo. A matéria diz ainda que Daniel Dantas teria montado um dossiê com dados sobre contas de políticos mantidas no exterior.O relator da CPI, senador Garibaldi Alves (PMDB-RN), já havia cogitado convocar também a irmã do banqueiro, Verônica Dantas, por conta da denúncia levada por ela ao líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), em que apresentou um ofício enviado pelo advogado do Opportunity à Justiça de Nova York. O documento afirma que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e os ex-ministros Antônio Palocci e José Dirceu perseguiam Dantas porque ele rejeitou um pedido de "dezenas de milhões de dólares" para o PT.Em 13 de maio último, durante viagem a Viena, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva reagiu com irritação ao ser questionado por jornalistas sobre a reportagem publicada pela Veja segundo a qual Daniel Dantas teria montado um dossiê com dados sobre contas mantidas no exterior por políticos e autoridades, entre eles o próprio Lula. "A revista não traz uma denúncia. Traz uma mentira. Eu considero isso um crime", disse o presidente.Marcos Valério e MattosoA CPI dos Bingos também derrubou os requerimentos de convocação do empresário Marcos Valério de Souza Fernandes e do ex-presidente da Caixa Econômica Federal Jorge Mattoso. Mais de trinta requerimentos de convocação integram a pauta da sessão de hoje que ouve ainda Delúbio Soares, ex-tesoureiro do PT. O próprio relator Garibaldi Alves justificou que essas convocações seriam tardias uma vez que seu relatório já está na reta final.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.