Governo confirma investigação sobre prefeito suspeito de ligação com terrorismo

O ministro da Justiça, José Gregori, confirmou que a Polícia Federal está investigando as atividades do prefeito de Chuí, Mohamad Kassem Jomaa (PFL), suspeito de ligação com terroristas. ?Não temos elemento nenhum que indique qualquer tipo de conivência desse prefeito, mas a PF está com redobrada vigilância sobre todas as possibilidades de terrorismo nas fronteiras?, disse Gregori.?Não há prova ou indício de conivência, direta ou indireta, de nenhum brasileiro no território brasileiro que possa ter algo a ver com o crime bárbaro ocorrido em Nova York (EUA).?Antes mesmo de qualquer conclusão das investigações, o prefeito de Chuí terá que prestar explicações aos líderes nacionais de seu partido. O líder do PFL na Câmara, Inocêncio Oliveira (PE), anunciou a decisão de conversar com o prefeito pefelista. O objetivo é saber se realmente Mohamad teria comemorado o atentado que destruiu o World Trade Center, em Nova York, gesto que pode causar a expulsão do partido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.