Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Governo articula para votar taxação dos servidores inativos

O governo intensificou, hoje, as articulações para assegurar a admissibilidade da taxação dos servidores públicos inativos, na votação da proposta de reforma da Previdência, amanhã ou quinta-feira, na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara. Os vice-líderes governistas Sigmaringa Seixas (PT-DF) e Professor Luizinho (PT-SP) avistaram-se, hoje, com o líder do PMDB, Eunício Oliveira (CE), a quem pediram ajuda para convencer três deputados do PMDB na CCJ, entre eles o presidente do partido, deputado Michel Temer (SP), a votar com a proposta do governo, favoravelmente à contribuição previdenciária dos inativos. Eunício prometeu conversar com os deputados, argumentando que ainda não está em discussão a questão do mérito, mas apenas a constitucionalidade do dispositivo. "Vai depender de cada parlamentar. Não tenho a intenção de tirar ninguém da CCJ", afirmou, referindo-se à estratégia já adotada por partidos aliados do governo, desde a votação da reforma tributária, na semana passada, de substituir parlamentares contra a proposta do governo. "A tática do PMDB é a do convencimento", afirmou Eunício, depois da reunião com os dois vice-líderes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.