Governistas fazem balanço das assinaturas pela CPI

O presidente do Congresso, senador Jader Barbalho (PMDB-PA), está reunido com o líder do governo na Câmara, deputado Arnaldo Madeira (PSDB-SP), e os líderes do PMDB e do PSDB no Senado, respectivamente senadores Renan Calheiros (AL) e Sérgio Machado (SP). No encontro, eles estão fazendo um balanço do número de parlamentares que já decidiram retirar suas assinaturas do requerimento de criação da CPI da Corrupção e dos que eventualmente tenham aderido à proposta. A relação dos nomes dos desistentes só deverá ser protocalada em cima do prazo, que é a meia-noite de hoje.Em nome dos partidos da oposição, o líder do PT na Câmara, Walter Pinehrio (BA), ficou encarregado de acompanhar os procedimentos finais para a publicação do requerimento. Pinheiro disse que a oposição ainda está tentando obter novas adesões para compensar as desistências, mas admitiu que não está fácil conseguir isso.A grande maioria dos parlamentares já deixou o Congresso. Apenas os principais operadores políticos e seus assessores continuam na expectativa das retiradas ou adesões ao requerimento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.