Governistas do PMDB preparam liminar para derrubar prévias

O presidente do PMDB, Michel Temer, está preocupado porque a convenção nacional de dezembro de 2004, que decidiu pela candidatura própria, ainda está sub judice, por conta da briga jurídica das duas alas do partido para invalidar a convenção. Ao mesmo tempo que os governistas redigiam uma liminar, Temer buscava argumentos jurídicos para garantir a convenção nacional de domingo. Pela Começou a batalha jurídica, dentro do PMDB. A ala governista do partido já preparou o texto de uma liminar para impedir na Justiça a realização das prévias de domingo, para a escolha de candidato próprio para disputar a Presidência da República. O principal articulador da liminar, segundo um importante dirigente do partido, é o senador José Sarney (PMDB-AP), que teria se utilizado dos conhecimentos jurídicos de um importante ministro de um dos tribunais superiores, para elaborar o texto.convenção, somente uma nova convenção, com o apoio de 2/3 dos convencionais tem o poder de mudar a decisão da candidatura própria ao Planalto. Embora os governistas ainda tenham a alternativa de uma convenção nacional no dia 8 de abril para derrubar o candidato que eventualmente sair das prévias, a última avaliação desse setor do partido é que a batalha jurídica lhes favorece, independentemente do resultado. Mesmo que as prévias se realizem no domingo, a briga vai ajudar desmobilizar a realização da consulta interna em vários estados e com a redução da participação dos peemedebistas, o eventual candidato sairá enfraquecido, sem legitimidade.

Agencia Estado,

17 de março de 2006 | 09h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.