''Governar é escolher. A prioridade é emprego, renda e trabalho''

Escalado para ser uma espécie de porta-voz do governo paulista em tempos de crise financeira, Geraldo Alckmin disse ontem que o governo federal teve "reação demorada" na redução da taxa básica de juros e que a prioridade da gestão José Serra é "emprego, renda e trabalho".O que o sr. quis dizer com "imobilismo" quando falou da condução da crise pelo governo Lula?Nós temos uma crise global grave, em que vemos a taxa de juros no mundo próxima de zero, e nos pareceu extremamente demorada a reação do governo, levando meses e meses para reduzir a taxa Selic e ainda uma redução sem viés. É obvio que o enfrentamento dessa crise exige uma forte ação macroeconômica e isso depende do governo federal. E que o governo estadual tem feito para minimizar os efeitos da crise?Temos feito um esforço enorme, seja com investimentos do próprio Estado, seja estimulando investimento privado agora por meio da agência de investimentos, que será um BNDES paulista. Com a provável queda na arrecadação por causa da crise, a pasta de Desenvolvimento deverá perder recursos. Isso vai comprometer programas estratégicos?Governar é escolher. Governo nunca dá para tudo e o governador José Serra colocou claramente que a prioridade é emprego, renda e trabalho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.