Governadores esperam ser consultados sobre integralidade

O governador do Rio Grande do Sul, Germano Rigotto (PMDB), disse que as negociações sobre a adoção da integralidade das aposentadorias na proposta da reforma da Previdência terão se passar pelos governadores. "Qualquer modificação que venha ocorrer na proposta encaminhada ao Congresso, com o aval do presidente (Lula), os governadores têm de ser ouvidos". O governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), disse que tem a convicção de que os Estados terão o mesmo tratamento que lhes foi conferido até o momento. Os governadores reiteraram que não foram ouvidos sobre a proposta em estudo pelo governo. Eles querem garantir o equilíbrio para os Estados e a União.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.