Governadores aliados responderão aos ataques do PSDB

Os governadores que dão sustentação ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva vão se reunir no próximo dia 23, em Brasília, para dar uma resposta aos ataques feitos pelos governadores do PSDB, que criticaram, em carta lançada depois de uma reunião dos tucanos, a política de favorecimento aos Estados aliados na liberação de recursos orçamentários. A reunião está sendo organizada pelo governador de Alagoas, Ronaldo Lessa (PSB), que recentemente teve um reunião com o ministro chefe da Casa Civil, José Dirceu. Serão convidados os governadores do PMDB, PT, PSB e PPS para, segundo Lessa, darem uma manifestação de apoio ao governo federal. "Vamos eleger um ou dois pontos de conquista e vamos fazer uma avaliação das medidas que vêm sendo anunciadas", afirmou. Na avaliação de Lessa, as críticas feitas pelo PSDB são "uma bobagem" já que os Estados comandados pelos aliados do governo também estão enfrentando dificuldades. O governador disse que os aliados aguardam, por exemplo, a liberação de emendas de bancada do Orçamento. "Acho que o Planalto deveria olhar com mais atenção os Estados que pertencem à base aliada mas sabemos que está difícil para todos", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.