Governadora do Rio Grande do Norte é afastada por abuso do poder econômico

Justiça eleitoral concluiu ter havido irregularidade no uso do avião oficial do governo, usado em 56 viagens para Mossoró

Anna Ruth Dantas, Especial para o Estado

10 Dezembro 2013 | 19h12

Natal - O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte decidiu nesta terça-feira, 10, pelo afastamento da governadora Rosalba Ciarlini (DEM) por abuso do poder econômico e político. O vice, Robinson Faria (PSD), deverá ser empossado, mas a decisão cabe recurso.

A Justiça Eleitoral concluiu ter havido irregularidade no uso do avião oficial do governo do Estado durante a campanha eleitoral de 2012. Segundo o TRE, Ciarlini usou a aeronave para viajar a Mossoró, onde participou de ato em favor da então candidata à prefeitura da cidade, Cláudia Regina (DEM).

Uma conta mostrada nesta terça-feira durante a audiência mostrou que o avião foi utilizado em 56 viagens de Natal para Mossoró, cidade distante 278 quilômetros da capital.

Ciarlini afirmou, por meio de sua assessoria, que não iria se manifestar sobre o assunto porque não havia recebido notificação oficial do TRE sobre o afastamento.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.