Governador parabeniza policiais do DF do 7 de setembro

O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz (PT), e o comando da Política Militar parabenizaram os policiais que trabalharam nas manifestações em Brasília no sábado durante as comemorações do Dia da Independência pelo "sucesso" da segurança nos eventos. "O forte esquema de segurança garantiu que o desfile militar, o jogo entre Brasil e Austrália e os shows musicais do Celebrar Brasília ocorressem sem problemas", diz a nota de agradecimento postada no site da corporação.

MURILO RODRIGUES ALVES, Agência Estado

09 de setembro de 2013 | 20h56

Nesse mesmo dia, o motorista do jornal O Estado de S. Paulo flagrou em vídeo policiais militares espancando manifestantes na capital federal. Jornalistas que cobriram o evento na capital do País, mesmo portando crachás de identificação, também foram atingidos por bombas de efeito moral e de gás lacrimogêneo, spray de pimenta e balas de borracha, além de terem sido alvos dos cães do Batalhão de Policiamento de Choque.

Entidades como a Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) repudiaram a ação truculenta da PM e pediram que fosse aberta uma sindicância rigorosa sobre os episódios. O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal afirmou, em nota, que é essencial que os responsáveis diretos pelas agressões sejam punidos, bem como os superiores que autorizaram a ação contra a imprensa e a população em geral.

Para a Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (Abert), é "inaceitável que se imponham limites, de qualquer ordem, à atividade jornalística pelo grave prejuízo que causam ao conjunto da sociedade, que tem violado seu direito fundamental de acesso à informação", cita nota divulgada pela organização.

Mais conteúdo sobre:
Protestos7 SetembroDF

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.