Governador do PR duvida do pacto proposto por Dilma

O governador do Paraná, Beto Richa, diz que duvida da eficiência do pacto proposto pela presidente Dilma Rousseff. A presidente reunirá nesta segunda-feira, às 16h, prefeitos e governadores para discutir uma ação conjunta pelo País em resposta aos protestos das ruas.

DEBORA BERGAMASCO, Agência Estado

24 Junho 2013 | 15h17

"Acho que não vai resolver nada. Ela quer é dividir o ônus com os demais governantes", disse. Richa fez a declaração ao chegar à residência do senador Aécio Neves, onde ocorreu uma reunião de prefeitos e governadores do PSDB para afinar a conversa entre eles antes do encontro que terão com a presidente.

Richa disse que está em Brasília contra a sua própria vontade. O governador do Paraná foi convencido por seus colegas governadores tucanos Geraldo Alckmin (SP), Marconi Perillo (GO) e Antonio Anastasia (MG) a comparecer ao encontro ou poderia ser acusado de não querer colaborar com soluções para o Brasil.

Na reunião, ficou decidido que os tucanos vão escolher um porta-voz para discutir com a presidente e passar as demandas do PSDB.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.