Governador do AM exonera acusados de desvio de dinheiro

O governador do Amazonas, Eduardo Braga, exonerou o secretário executivo da fazenda, Ricardo Castro, e o presidente do conselho fiscal José Eraldo da Silva. Os dois foram acusados pela CPI do Banestado de remeter dinheiro para o exterior ilegalmente e de possuir imóveis nos Estados Unidos avaliados em mais de US$ 500 mil não declarados à Receita Federal no Brasil. As informações são da TV Globo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.