Governador de PE reúne-se com líderes do PSB em SP

"Acho que vamos definir a reunião de quarta hoje", disse em relação à reunião da Executiva Nacional agendada para o dia 20

ANA FERNANDES, Estadão Conteúdo

15 de agosto de 2014 | 20h38

O governador de Pernambuco, João Lyra, chegou na noite desta sexta-feira, 15, ao prédio onde acontece uma reunião de lideranças do PSB, na zona sul de São Paulo. Lyra admitiu que o encontro será decisivo. "Acho que vamos definir a reunião de quarta hoje", disse em relação à reunião da Executiva Nacional agendada para o dia 20, para anunciar a candidatura presidencial da coligação.

Lyra disse que hoje começam a discutir nomes para candidatura e para vice. Ele não confirmou a definição de Marina Silva como cabeça de chapa. "Ela é uma pessoa que merece toda confiança e nós vamos discutir isso. Ela é uma política que tem uma história e uma trajetória de defender as ideias com muita força e garra", disse ao lembrar que o objetivo é seguir com o programa de governo traçado por Eduardo Campos ao lado da ex-senadora.

Questionado sobre a possibilidade da viúva de Campos, Renata, ser a vice, Lyra disse conhecê-la há algum tempo e considerar uma possibilidade remota. "Entre a política e a maternidade, não tenho dúvidas de que a opção dela é familiar", afirmou.

Sobre a importância de o vice ser de Pernambuco, Lyra disse avaliar a questão regional com menor peso. "A regionalização não é um pré-requisito. Acho que deve ser um candidato que represente o pensamento do PSB."

Lyra disse que a presidente Dilma Rousseff colocou a Força Aérea Brasileira (FAB) à disposição para fazer o traslado das corpos das vítimas. A previsão até aqui, segundo o governador, é de que os corpos sejam liberados até o meio-dia de amanhã. Lyra e demais integrantes do PSB seguem então para o Recife e o velório deve se iniciar já neste sábado. A missa de corpo presente está agendada para as 14h de domingo em frente ao Palácio Campo das Princesas, celebrada pelo arcebispo Dom Antônio Fernando Saburido.

Ainda segundo Lyra, Dilma disse a ele que Lula irá para Brasília e os dois seguirão juntos para o Recife neste sábado, 16.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.