Wilton Junior/AE
Wilton Junior/AE

Governador de MG defende Pimentel: 'Além de tudo, é mineiro e um amigo'

Antonio Anastasia e o ministro, envolvido em denúncias, são aliados na política local

Alfredo Junqueira, de O Estado de S.Paulo

09 de dezembro de 2011 | 18h11

RIO - Em meio às denúncias de irregularidades e suspeitas sobre sua empresa de consultoria, o ministro de Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Fernando Pimentel, recebeu apoio explícito do governador de Minas Gerais, Antonio Anastasia (PSDB), nesta sexta-feira, 9, no Rio de Janeiro. "Pelas informações que tenho, mantenho muita confiança no ministro Pimentel, que, além de tudo, é mineiro e um amigo", disse Anastasia, logo após concluir uma palestra sobre a internacionalização do Estado de Minas Gerais, em evento realizado na Associação Comercial do Rio. "Mas essa questão de ministro de Estado, a competência é exclusiva da presidente da República."

O ministro e o governador são aliados na política local de Minas Gerais. A ala comandada por Pimentel no PT mineiro costurou junto ao PSDB de Anastasia e do senador Aécio Neves a aliança que elegeu, em 2008, o prefeito de Belo Horizonte, Marcio Lacerda (PSB). O acordo frustrou a ala petista que pretendia lançar a candidatura do então ministro de Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Patrus Ananias, e rachou de vez o diretório local do partido.

"Os governadores decidiram em Maceió, no ano passado, que as questões políticas de oposição sejam feitas pelo parlamento, e não pelos governadores", disse Anastasia, deixando claro que não se sentia confortável em falar sobre as denúncias envolvendo o ministro aliado.

Questionado se acreditava que as denúncias contra Pimentel poderiam atrapalhar a campanha de reeleição de Lacerda ou mesmo a reedição da aliança entre o PSDB e o PT locais, Anastasia foi monossilábico: "Não". Otílio Prado, sócio de Pimentel na P-21 Consultoria e Projetos Ltda em 2009 e 2010, era assessor especial de Lacerda na prefeitura até ontem. A empresa deles faturou R$ 2 milhões nesse período. Entre os clientes da P-21 estão duas empresas que mantiveram contratos com a Prefeitura de Belo Horizonte no período em que Otílio era assessor especial.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
PimentelapoiogovernadorMG

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.